Guamaré: O turismo virou piada na Feira do Brás

O difícil não é discutir sobre o turismo em Guamaré com quem de fato é guamareense, aquele que mora e reside aqui, mas principalmente, se este cidadão for partidário, e tiver alguma gratidão com a Secretária de Turismo, Mauricelia Cavalcante, que defende o que não existe na cidade, no caso: o turismo profissional. Isso eu identifiquei também na visita a Feira do Brás, que passou por aqui no final de semana. Mas, o difícil mesmo é tentar explicar para o cidadão ou visitante que adentram a cidade em um final de semana e questiona: “Amigo, por favor, onde ficam os pontos turísticos da cidade?” Nessa hora vem logo à sua mente, há muitas belezas naturais e muitas praias paradisíacas, mas do que vale apenas ter, se nunca houve investimentos para este setor? Os investimentos por parte da Secretaria de Turismo são em viagens e viagens, diárias, estrutura para eventos e propaganda enganosa, ou seja: Mauriceia vende o que não existe: Turismo em Guamaré. E o exemplo pra encurtar a conversa, pode ser visto nos banheiros da Secretaria de Turismo, quando não estão fechados, está sem papel higiênico, ou sujo, ou sem água, forro danificado, gambiarras com canos, mesmo o prédio sendo uma porta de entrada para quem embarca e desembarca na cidade pela praia Aratuá.

E vejam só: Está sendo gasto quase meio milhão no orçamento deste ano em publicidade, quando Guamaré não tem sequer um box de informações turísticas para atender o público nos finais de semana, ou um atrativo sequer, como uma feirinha de arte, com comidas da cidade ou passeios para turistas. É triste saber que estamos sendo criticados por pessoas que vêm de longe e não encontram oferta para conhecer o turismo que se propaga de Guamaré, nas feiras de São Paulo, Uruguai, Argentina, Natal e etc. Aqui existem pessoas capacitadas e de ideias maravilhosas, gente da gente que quer fazer o turismo acontecer com poucos recursos. E não se anime caro leitor, essa situação vai perdurar por muito tempo, enquanto políticos de Guamaré apenas se preocuparem com discussão partidária para ver quem vai mandar na pasta do turismo. Enquanto isso, vá se contentando meus amigos, mas somente com o sucesso do turismo da vizinha cidade de Galinhos. Guamaré tá longe de acontecer, enquanto o olhar para a pasta de turismo for de quem não tem o cheiro do povo que aqui vive.

E digo mais: O que existe até hoje de positivo no Turismo daqui, é parte do trabalho e esforço de Dona Jandir, sem querer aqui ser injusto com outros secretários que passaram pela pasta. Jandir deu seu show, movida pelo amor à sua terra, fez muito com poucos recursos, recebendo o aval de prefeitos sem muito estudo, mas com o coração bom, como o saudoso João Pedro Filho.

Sonhar é possível. Não vou desistir de Guamaré.

Facebook
Instagram