Empresário Dedé de Abdias é morto em Guamaré por disparos de arma de fogo

Na comunidade impera a Lei do silêncio, mas a polícia já tem uma linha de investigação.

Muitos curiosos e amigos no local em busca de noticias, e as razões que levou a tirarem a vida de um homem de bem e trabalhador.

A Polícia Militar registrou mais um homicídio na comunidade de Salina da Cruz, no final da manhã deste sábado (25). A vitima foi identificada por Francisco Antônio dos Santos Queiroz, mas conhecido por Abdias ou Dedé do finado Abdias.

Ele foi morto por disparos de arma de fogo próximo a seu depósito de material de construção, localizado na comunidade de Salina da Cruz, especificamente dentro do conjunto da Algaroba.

A Polícia Miliar e Policia Civil ainda não identificou o autor dos disparos, a Lei do silêncio impera no local que Abdias foi morto covardemente.  Mesmo com pouca informação, a  PM já tem uma linha de investigação.

Dedé de Abdias era uma pessoa trabalhadora, sustentava sua família vendendo material de construção. Era homem integro, cumpridor de seus deveres, ele estava morando no próprio comercio, pois passava por um momento de separação.

Segundo informações Abdias saiu do seu comércio sem falar com quem iria se encontrar, e não voltou mais. A notícia de sua morte abalou a família e os amigos. “Era um homem bom e muito conhecido em Guamaré e Diogo Lopes, distrito de Macau”.

A PM e a Guarda Municipal isolou o local até a chegada do ITEP para remoção do corpo. A 5ª Regional da Policia Civil de Macau ficará responsável para elucidar o crime que parou a comunidade de Salina da Cruz.

Deixe uma resposta