O Ministério Público precisa acordar antes que Túlio toque fogo em Macau com gasolina

Não é segredo para ninguém que o Prefeito de Macau, Túlio Lemos está envolvido em denúncias que podem custar o sucesso do seu futuro político. Também confesso que causa estranheza em quem acompanha os fatos, o silêncio do Ministério Público e da Câmara Municipal, em relação a tantos desmandos administrativos.

Túlio acabou de contratar o POSTO FREI DAMIÃO LTDA, pela bagatela de R$ 4.148.830,00 (Quatro milhões, cento e quarenta e oito mil, e oitocentos e trinta reais), visando a aquisição de combustíveis para a frota de veículos da municipalidade.

Lembro que recentemente o programa jornalístico global “Fantástico” apresentou uma reportagem, onde o Ministério Público denunciou uma prefeitura por ter licitado 15 mil litros de gasolina e 20 mil de óleo diesel em um mês, o que daria para dar nove voltas na terra. Imagine aí se os repórteres do Fantástico tivessem acesso à licitação de Macau, cuja quantia chega a mais de R$  4 milhões de combustíveis numa cidade que falta tudo, até o básico.

Para o leitor compreender melhor, uma continha básica. Com esse gasto com combustível pela prefeitura de Macau, daria para pelo menos umas 10 voltas ao mundo. Detalhe: o total licitado em combustíveis é para ser consumidos em apenas dez meses.

Conhecedor do assunto que já está na imprensa do estado, um leitor do Blog mandou essa  pérola: “Pelo andar da carruagem, estão esperando Túlio tocar fogo em Macau com Gasolina”. Será, meu Deus?

Facebook
Instagram