Me usaram! Disse Ronaldo ao voltar para os braços de Tulio Lemos

Uma notícia agitou o cenário político na cidade de Macau neste final de semana, a volta a base governista do Sr. Ronaldo, líder do movimento Lute Macau, que fez um abaixo assinado pedindo a saída do prefeito Túlio Lemos.

Ronaldo era aliado do prefeito Túlio Lemos durante a campanha em 2016, rompeu com o governo ainda no primeiro ano da gestão e durante todo o ano de 2018 recolheu assinaturas de populares pedindo o afastamento do prefeito Túlio Lemos alegando que o mesmo teria cometido vários crimes, dentre eles desvio de verbas federais do FUNDEB.

Ronaldo conseguiu pouco mais de 3 mil assinaturas e formalizou a denúncia na Câmara dos vereadores pedindo que o prefeito fosse investigado e consequentemente afastado do cargo.

A Câmara rejeitou a denúncia por 8 votos favoráveis e 5 contra, segundo Jairton Medeiros Pintinho, presidente da Câmara na época, eram necessários 9 votos para a denúncia ser aceita.

Ronaldo então formalizou as denúncias em vários órgãos jurídicos, entre eles o ministério público federal, mas segundo o blog é isso aí conseguiu apurar, não anexou na denúncia os documentos comprobatórios das irregularidades e assim a denúncia foi arquivada pelo MPF.

Neste sábado, 26, no dia do aniversário do prefeito Túlio Lemos, Ronaldo se vestiu de azul, cor do partido do prefeito, foi a missa em ação de graças celebrada para o prefeito e de presente levou uma cópia do arquivamento da denúncia para Túlio Lemos.

Já na casa do prefeito, durante um café da manhã em comemoração ao aniversariante, Ronaldo pegou o microfone e fez um discurso pedindo perdão e disse a seguinte frase: “Me usaram, o diabo me usou”.

Mas segundo o blog É isso aí conseguiu apurar não foi apenas só esse arquivamento da denúncia que Ronaldo deu de presente para o prefeito Túlio Lemos, nós apuramos que Ronaldo também teria feito várias gravações de encontros entre políticos oposicionistas e teria deixado essas gravações a disposição do prefeito. Segundo nos consta as gravações revelam planos, detalhes, estratégias e conversas em reuniões e encontros que Ronaldo teria participado junto com políticos e lideranças oposicionistas.

O fato é que a volta de Ronaldo para os braços de Túlio causou grande indignação da maior parte dos macauenses, principalmente nas redes sociais e entre aqueles que foram incentivados por ele a tentarem afastar o prefeito.

Ronaldo teve sorte de fazer tudo isso em época de Carnaval, porque se fosse durante a semana santa o povo de Macau já teria o personagem perfeito pra malhar o Judas. Blog É isso aí!

Facebook
Instagram