Guamaré: Adriano Diógenes: Vá devagar com o andor Prefeito, porque o santo é de barro!

Oito meses de gestão já se foram, sob o comando do prefeito de Guamaré, Adriano Diógenes. O momento é oportuno para uma profunda avaliação como imprensa local, servidor público e cidadão deste município. Tenho acompanhado os passos do prefeito, e posso afirmar que a cidade tem um gestor que trabalha 12, 14 e até 16 horas por dia para dar conta da agenda administrativa.

Mas, venho percebendo um prefeito literalmente cansado, realizando até os serviços que não é de sua responsabilidade, mas de alguns dos secretários e assessores nomeados por ele. Talvez essa luta incansável de Adriano seja por não ver ações efetivas das pessoas que ele tanto confiou, aumentando dessa forma sua carga de responsabilidade que poderia ser dividida.

Assumindo responsabilidade de outros

Nos eventos da prefeitura registramos ultimamente um prefeito em silêncio e isto não é bom, me assusta! Não tenho este silêncio como resposta positiva, mas como um grito ecoado. Adriano tem assumido para si a responsabilidade de muitas pastas do seu governo para fazer a coisa acontecer.

No ultimo evento preparado para o dia dos pais, por exemplo, ele e a primeira-dama Manuela saíram às 3 horas da madrugada para comporem a uma pequena equipe na organização de toda uma infraestrutura para as duas festas, no Distrito de Baixa do Meio e na sede em Guamaré.

E isso é visível à falta de compromisso de alguns secretários e assessores que poderiam está de dentro dos projetos que são feitos para a melhoria e o bem-estar da população do município. Entende-se que o corpo mole é de propósito para que as coisas deem errado na gestão de Adriano.

As redes sociais e os grupos de WhatzApp não perdoam. O eco vem através de áudios, vídeos e imagens negativas, projetando a rejeição a alguns secretários e assessores de governo, reivindicações estas, muitas conhecedoras do prefeito, que mesmo assim, insiste em manter no cargo alguém que não ajuda, atrapalha… Alguém que vem colocando o interesse individual acima do interesse coletivo, alguém que está sacrificando o prefeito aos poucos para manter sua secretaria viva.

Porque o governo ainda está dando certo

O prefeito Adriano Diógenes é um gestor preparado, técnico, destemido, com foco e direção. É essa a impressão que a população tem de Adriano. Um gestor diferenciado, determinado, e que mesmo com todas as adversidades, ele vem tendo a paciência e a sabedoria de dar um passo de cada vez.

Em tempo, o prefeito precisa corrigir os equívocos e vícios comuns a uma administração pública, que não são poucos. Observamos um prefeito suportando o insuportável para evitar uma possível ruptura no sistema político, enquanto o adversário vai comendo na mesma mesa e dormindo na mesma casa. Situação não tão fácil de administrar, ter que conviver no mesmo ambiente e ainda alimentar um inimigo camuflado.

O governo tem Incluído os excluídos

Nunca se viu tantos adversários em só um governo trabalhando juntos. O projeto de um “governo de todos” realmente é incluir os excluídos, o detalhe é que muitos “77” que receberam a oportunidade de trabalhar nesta gestão, estão dando o sangue e fazendo valer a pena o emprego, enquanto uma boa maioria não muda, mesmo estando na cota e sendo visto como “gente” pelo o prefeito.

Talvez pelo fato deles terem sido oposição na campanha anterior, tem gerado indignação por parte daqueles que ajudaram a elegê-lo como prefeito. Adriano tem tentado unir os ideais e que todos juntos podem fazer de Guamaré um lugar melhor de si viver sem olhar a cor de partido A ou B.

Eleito em um pleito suplementar disputadíssimo que dividiu a cidade em 2018, se percebe fácil que o gestor hoje tem o respeito do cidadão, independente de bandeira partidária, porque Adriano não espera acontecer, ele e sua esposa Manuela, fazem acontecer, mesmo que isto lhe leve há trabalhar por longas horas ao dia. Para maioria da população, o exemplo de governar do prefeito Adriano Diógenes, tem chamado muito atenção, e ganhado força e muitas adesões a sua possível reeleição.

A cidade está longe de ser um mar de rosas, muito longe, tem sim seus problemas, muitos, aliás, mas um pequeno detalhe faz uma grande diferença no governo: Guamaré conta com um prefeito que dialoga com as pessoas, chama para si as responsabilidades e assume o ônus e o bônus do cargo público que ocupa mesmo que seja preciso levar o andor sozinho.

Quando Adriano assumiu a prefeitura de logo vieram decisões acertadas, uma delas, a de não realizar grandes festas com o dinheiro público, e obedecer todas as recomendações do Ministério Público. Enfrentou críticas, desgastes, mas não cedeu e nem cede. A prefeitura estar com suas finanças equilibradas, fornecedores, prestadores de serviços, convênios e salário dos servidores estão sendo pagos, rigorosamente em dia.

Prefeitura nas Comunidades

O projeto “Prefeitura nas Comunidades” tem sido um sucesso de seu governo, o carro chefe. O gabinete itinerante do prefeito Adriano Diógenes, vem visitando e ouvindo a demanda de dezenas de famílias do distrito, e no dia “D” as famílias da comunidade serão atendidas com vários serviços de saúde, assistência social, esportes, jurídico, dentre outros com a presença do prefeito e “secretários” de governo.

O projeto coloca em sintonia a Administração e os munícipes, fazendo com que as nossas ações estejam alinhadas com os anseios da comunidade. O Projeto também discute com a população os trabalhos desenvolvidos pela Administração Municipal e elenca demandas para que as reivindicações sejam atendidas.  O prefeito Adriano está indo onde o povo está!

Câmara Municipal

Com o poder legislativo, o prefeito Adriano vem mantendo desde que assumiu a prefeitura, o respeito, o diálogo, a união e a harmonia com todos os vereadores. Só não se sabe de fato ainda quem é da base do governo, porque toda sessão ordinária tem uma novidade que está levantando duvidas, se é grupo ou se finge apenas ser. Mesmo assim, o prefeito tem respeitado a posição política de cada vereador no legislativo, e será respeitada sempre no relacionamento com o poder executivo.

Secretário de Governo

Não basta ter somente boas ideias e uma portaria de nomeação, é fundamental saber apresentá-las com clareza e articular os elementos de que lançamos mão, a fim de que o projeto futuro seja bem sucedido em função das suas intenções.

O que tenho observado de alguns secretários é a falta de cuidado com a coisa pública, o respeito ao prefeito que governa pelo o exemplo. Com humildade de sobra e que falta em muitos, Adriano tem tido o zelo até com os mínimos detalhes, ele não faz nada sem ouvir o povo. Isto se chama planejamento!

Às vezes o gestor precisa tomar decisões mais duras pensando no bem coletivo, na saúde financeira do município e na continuidade dos serviços prestados à população. Desde o primeiro dia, o prefeito tem sido incansável, e trabalhado dia e noite tomando medidas de economia dos recursos públicos adotadas na sua gestão.

As mudanças que todos aguardam e que precisam ser feitas pelo o prefeito, queira ou não, vai desagradar um montão de gente mal acostumada, viciadas e vaidosas, mas se faz necessário para que o governo avance com rumo e prumo e sobreviva, antes que a situação fique insustentável, e fuja do seu controle.

Afinal, o prefeito Adriano Diógenes precisa urgentemente entender que o santo que ele carrega é de barro.

Facebook
Instagram