Com débitos de quase R$ 1 milhão maternidade José Varela continua fechada.

Um Marco na história de Macau, a Maternidade José Varela amarga já quase um ano de seu fechamento, com um débito que se aproxima de R$ 1milhão de reais, e muitos funcionários endividados sem terem recebidos seus reais vencimentos. Houve uma aproximação da APAMI com a prefeitura para negociar uma solução este ano, e tudo parecia muito bem obrigado, mas, não passou de uma perca de tempo entre as partes, e ficou mesmo na promessa do Interino em assumir a instituição.

Mas, a entidade sempre sofreu com a falta de uma administração serena algum tempo, que se perdurou até um ano atrás. Alheio a tudo isso seus representantes legais faz parte de uma família tradicional na entidade, que ao longo dos anos se perduraram a frente da instituição e tinham como representante principal o médico Zé Antônio Meneses que sempre esteve atrelado administrativamente a este Marco da história dos Macauenses.

Considerando-se como a cidade do já teve, a Maternidade José Varela, entra nessa lista negra dos benefícios perdidos, com mais uma entidade que infelizmente fecha suas portas, e os únicos perdedores da história é o povo de Macau. Omacaueense

Deixe uma resposta