Mudanças no orçamento municipal pode travar ações do executivo.

IMG_3338A Câmara Municipal de Macau deve agendar sessão extraordinária durante o período de recesso para derrubar o veto do prefeito sobre o remanejamento de verba do orçamento 2016. Depois de vários anos aprovando o orçamento enviado pelo Executivo durante as gestões de Flávio Veras e Kerginaldo Pinto, desta vez a Câmara fez diferente e resolveu impor a redução do percentual de remanejamento de 25% para 5%, fato que pode comprometer e travar as ações do governo de Einstein Barbosa.

Fonte: Arafran Peter. 

Deixe uma resposta